Santa Rendeira

Por uma moda menos ordinária

Moda que olha para o Oriente 14/06/2011

 Vamos botar ordem neste blog empoeirado! Minhas ideias de novo layout seguem (só para fazer um follow up aqui) e vou continuar postando alguns looks – para que o blog tenha mais recheio. Quero escrever mais também, mas ando achando difícil, fico com a impressão que quase tudo já foi discutido em blogs. Ou estou com meu olhar sobre as modas viciado. Mas vambora, tô aqui tentando sair da minha zona de conforto fashion.
Para recomeçar, eis um texto que eu havia escrito para a revista da Daslu e que acabou editado de uma outra maneira.  Juntei num mesmo balaio Jason Wu e a grife Leonard, ha-ha.
Designers 2 watch: DO OUTRO LADO DO MUNDO
Enquanto um nasceu na terra do sol nascente, o outro volta seu trabalho todo para lá. O resultado é o mesmo: peças incríveis adoradas pelas mais variadas fashionistas

            Jason Wu nasceu em Taiwan e depois  mudou-se para os Estados Unidos. Mas não deixou as raízes orientais de lado: aos 14 anos, ele estudou escultura em Tóquio. Ainda passou um ano em Paris – e lá decidiu que seria estilista. Em 2006 ele lançou sua marca – que deu muito certo: hoje, ele é adorado pela crítica, famosas, fashionistas e, mais importante, a primeira-dama norte-americana. Michelle Obama escolheu um modelito de Wu num dos primeiros eventos oficiais com o presidente Obama (o baile inaugural) e depois ainda mais um na capa da Vogue americana. Outra curiosidade sobre Wu: a coleçãode verão 2011 é inspirada no trabalho da artista plástica brasileira Beatriz Milhazes e tem uma cartela de cores bem vibrante.
Michelle Obama com vestido Jason Wu
O jovem estilistas de Taiwan
A coleção de verão 2011, inspirada na artista plástica brasileira Beatriz Milhazes (fotomontagem: Fashion Bubbles)
Bolsas gatinhas do estilista: todas quer!
            Enquanto Jason deixou o Oriente veio para este lado do globo, a maison Leonard faz o caminho inverso há mais de meio século: a fascinação pelo mundo oriental, principalmente sua história com a seda, é ponto de partida para suas criações fluidas e florais. Os vestidos de seda são “150 gramas de pura felicidade”, dizem eles. E são mesmo. Leonard foi também e primeira loja não-japonesa, em mais de dois mil anos, a criar uma linha de kimonos tradicionais. E a primeira marca ocidental a organizar um desfile em Xangai.
Leonard: uma relação de paixão com a seda

           

Modern Orient
                 Leonard e Jason Wu  talvez sejam as labels que melhor traduzem para o Ocidente tudo aquilo que aprederam com suas diferentes vivências orientais. E voltam-se para a feminilidade de maneira sem igual..
:*
Anúncios
 

Mais trança 14/01/2011

Filed under: Passarela — santarendeira @ 18:41
Tags: ,

E essa aqui que se enrola na fita, hein? Do último desfile do Jason Wu.

 

acessório desejo 13/10/2010

Se o próximo verão chegar – afinal, tá cada dia mais frio, tô achando que até o Natal neva – e você quiser atualizar seus acessórios, eu digo que uma das coisas mais bonitinhas que ando vendo por aí é o óculos redondinho.  Toda uma pegada antiguera, lembrando John Lennon. Só por isso já é um bafo, né? E penso que é um jeito legal de “dar um descanso” para os wayfair da vida. Até porque a famigerada Família Restart se apropriou deles e os usa indevidamente, né? =P

 

Olha só que bacanudo:

 

Betty Jackson - NY

Bibhu Mohapatra - NY

Diane von Furstenberg - NY

Jason Wu - NY

Topman - Londres

Zac Posen

Dsquared - Milão

 

 

 

Modelo Josephine 1/S da Dior