Santa Rendeira

Por uma moda menos ordinária

a velha-nova discussão sobre ITs 28/03/2011

Gente! MenAs histeria com a história das it-blogayras, as blogayras profissionais, jabazeiras, _________________(insere aí a denominação que mais lhe agrada).

 

A coisa deu uma esquentada hoje com o texto-desabafo da Jana, do Agora que Sour Rica, tweets da Kika, do Tá Usando e réplicas e tréplicas de outras meninas que têm blog mas não são necessariamente blogueiras. Ah, teve também bons pitacos da Márcia do Bainha de Fita Crepe.

 

Esse meu pitaquinho aqui pode até ficar old (alou, é internet), mas eu venho pensando nisso há um tempinho e o bafafá encorajou-me a finalmente digitar o que eu pensava.

 

Na boa, não entendo porque crucificam as blogayrinhas. Não que eu as ache legais, ou admire o que fazem. Porém, o que rola ali – delas se mostrarem lindas, superiores, ricas, inatingíveis e criarem muito desejo nos mortais e despertarem interesse de marcas/jabás – é tipoassim um microcosmo do funcionamento da sociedade inteira!

 

Não vou aqui fazer a intelectual, vou botar nas minhas palabras ordinárias mesmo. Mas quem quiser filosofar, no sentido quase que literal da palavra, recomendo ler Guy Debord e Edgar Morin, K?

 

Pensa aí, colhéga. Todo o famigerado sistema capitalista se baseia em alguns poucos mostrarem/determinarem o que é bonito, o que é cool, o que devemos ter, como devemos ser.  Ou não?  A gente não fica “aprendendo” a vida toda que nosso cabelo tem de ser liso? Que temos que ser magras? Que temos que melhorar nossa aparência com cremes e maquiagens? E que devemos fazer aquilo e aquilo outro para subir na carreira? E com isso, a gente não move o mundo, comprando um monte de coisas para tentar chegar lá? Huummm..

 

Me, myself and I também já ficamos tristes por sermos tão empenhadas aqui neste humilde veículo independente e não recebermos nem um décimo dos comments de blogs que nada mais fazem do que mostrar “olha como sou rica”. Mas, ora pois, não é mesmo a indústria do entretenimento a maior de todas? Porque na blogosfera a grande maioria dos leitores haveria de preferir ler este texto “cabecinha” aqui a ver uma próxima bolsa que os deixará mais cool/poderoso perante seus iguais? No reason!, penso eu. Enterteinmant rules the world, sorry but true.

 

Não tô dizendo que isso é legal e nem que a gente deve ser passivo diante disso. E também não acho que essa configuração do mundo vá mudar tão cedo. Mas a gente tomar essas consciências todas ajuda a gente a viver bem melhor. Até porque não dá para a gente bater cabeça e tentar ir contra, a gente já tá MEGA inserido nesse contexto, já dizia Morinzinho (e eu pessoalmente concordo 100%). Mas SABENDO disso, a gente pára para pensar se quer mesmo ter ou ser/ se a gente quer mesmo ser igual a todo mundo só porque é assim na TV-blogs-filmes-highsociety / e entender quais as prioridades da nossa vida / acho que ajuda até mesmo na autoestima de cada um.

 

 

Portanto, acho que dá para organizar uns pensamento aí: sim, é triste constatar que as it-blogayras reinam na blogosfera das modas/ mas calma, isso acontece em diversas esferas da munda / que triste que a audiência as prefira / again, isso acontece em toda a nossa sociedade do espetáculo / não acho que seja possível ‘combatê-las’  ou converter a audiência para nosso lado da força/ mãs, podemos continuar nosso trabalho aqui de formiguinhas ajudando a conscientizar essa audiência, de blogs e dos mundos.

 

Num é? Ou viajei?

 

TODAS QUER ser Olivia Palermo, como disse a Jana. Ok, também acho bem legal. Mas paro para pensar e me acho bem legal também.

TODAS QUER SER OLIVIA, diz Jana. Ela é legal. Mas eu sou egoísta, não gosto de ser igual a ninguém. Sou mais eu. E não gosto de gente massificado, valorizo quem se faz e se gosta único. E sou mais meu blog que os das its. Cada um tem seu valor e função. Eu goshto mais da minha. Mas as its também podem preferir as delas. Você também. Mas, de verdade, tenta ver um pouquinho de todos. Não pára no primeiro. Pode ser bom. E tudo bem também, meu bem.

 

 

E isso aqui também tem um pouco a ver: https://santarendeira.wordpress.com/2010/03/30/plus-size-um-comeco/

 

 

Anúncios
 

3 Responses to “a velha-nova discussão sobre ITs”

  1. Dunhill Says:

    É!

    Não!

    Muaaah!

  2. aninha Says:

    Sinceramente?! Falam, falam e falam…mas elas (as it) tem audiência com tudo que fazem e mostram. Então phoda-se né, tem espaço pra todo mundo. Agora vai de cada um ter consciência de estacionar naquilo(nesses blogs ricos) ou como vc disse procurar e ler outros que com certeza terão um conteúdo igual ou na maioria das vezes maior, culturalmente falando. Não vivemos só do closet né gente.

    Sei lá se falei coisa com coisa, essa gravidez tá me deixando mais retardada que o normal hahahah.

    Beijoss

  3. Ernani Says:

    YEaaaaahhhh! Polêmica!!! É disso que o povo gosta! É isso que o povo quer!
    Não sei quem são as ruins, mas vc sem dúvida tá entre as tops!!
    bjooooooo


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s